Biosfera Pilates

Uma real mudança de vida através do pilates

Praticantes falam sobre a transformação da relação com seus corpos que obtiveram com a atividade

Atenuação e até eliminação das dores, correção de postura, fortalecimento da musculatura e melhora na coordenação motora. Estes são apenas alguns dos benefícios já conhecidos que a prática do pilates é capaz de promover aos adeptos. Mas conversando com alguns de nossos alunos aqui no estúdio Biosfera Pilates, em São Paulo, foi possível descobrir um pouco a mais: uma verdadeira mudança na vida destas pessoas.

edisonEdison Yumiketa, 50 anos. Um corpo mais solto e tonificado

Aluno do estúdio Biosfera Pilates há 10 anos, desde a fundação, Edison iniciou com a atividade devido à recomendação de alguns praticantes que conhecia. Não tinha muita informação. Apenas sabia que era algo diferente das academias.

Ao iniciar na prática, aprendeu vários ensinamentos bastante diferentes do que até então vivenciava: executar os exercícios com concentração, respiração controlada, músculos em trabalho harmônico, movimentos precisos, postura correta, controle corporal e muito foco em cada ação.

Toda esta presença em cada movimento, segundo ele, mesmo que os exercícios sejam os mesmos, faz com que cada aula seja diferente, pois a consciência corporal adquirida e a percepção desenvolvida o ajudam a compreender como está seu corpo, seu ânimo e até mesmo seu estado de espírito.

“Analisando minha evolução pessoal, sei que caso não praticasse o pilates, teria muitos problemas corporais de encurtamento, postura errada e respiração limitada. Com o corpo mais solto, mais trabalhado e treinado, sinto que outras práticas, seja meditativa, de relaxamento ou das artes marciais, fluem muito bem, inclusive com amigos e colegas tecendo muitos elogios”.

esperanc%cc%a7aEsperança Santos, 66 anos. De sedentária convicta a “pilateira”

Esperança Santos afirma categoricamente que existem duas pessoas distintas – Uma Esperança antes e outra Esperança depois do pilates.

De sedentária convicta – ela revela que não gosta de exercícios físicos, atualmente realiza três sessões na semana e já estuda a quarta aula semanal.

“Eu fazia RPG – Reeducação Postural Global – há algum tempo quando o pilates me foi recomendado, e então começou um outro capítulo em minha vida. Falar dos benefícios obtidos  como correção de postura, diminuição de dores, melhora na coordenação motora e fortalecimento de musculatura, entre outros, é pouco. Eu obtive uma outra consciência corporal. Comecei a dar muito mais importância à respiração, aos pequenos movimentos e ganhei agilidade e flexibilidade nas atividades do dia-a- dia”.

leticiaLetícia Teizen, 63 anos. Por uma vida com menos dores.

Desde muito jovem, Letícia sofria com muitas dores por conta de uma escoliose avançada. Realizou inúmeros tratamentos, e a única atividade que conseguia praticar era natação, aos 50 anos, com muita limitação.

A partir deste momento, foi indicada a ela o pilates, período em que a atividade ainda era desconhecida para a maioria.

Fez um ano e meio em um estúdio na cidade de São Paulo, obtendo grandes avanços, mas foi na Biosfera que encontrou a transformação pela qual buscava. “Comecei a realizar um trabalho totalmente individualizado e com um carinho raro de encontrar nas pessoas. A equipe da Biosfera comprou a ideia de transformar a minha vida com muito menos dores, e isso não tem preço”.

Neste período, foi identificada com uma artrose de quadril já em estado avançado, gerando dores, e com o pilates realizado individualmente a partir de suas necessidades, Letícia vem reconstruindo a cada dia seu corpo, apesar da doença.

Seu marido também começou a praticar a atividade depois de diagnosticado com uma hérnia de disco, e igualmente, sua melhora foi muito grande. “Eu virei a verdadeira propagadora do pilates. Isto está parecendo aquelas pessoas que dizem que encontraram Jesus nas declarações de igreja, mas é quase isso mesmo!”, brinca ela.

Treinados e saudáveis, o casal desfruta das mudanças em seus corpos para viajar e até realizar programas que exigem esforços. E ainda têm disposição para curtir os netos, que não são poucos e “exigem uma demanda enorme. Brincamos com eles, levamos para passear, e não temos limitação alguma. Cansamos muito, mas não temos limitação”, comemora.


aliceAlice Meunier, 51 anos. Energias renovadas e músculos fortalecidos.

Alice iniciou no pilates após conselho médico com o objetivo de aliviar dores nas costas. Assim que começou, rapidamente suas dores foram aliviadas, além de ganhar uma melhora na postura e obter músculos fortalecidos. “O pilates traz um bem estar geral. Saio das aulas com energias renovadas. Não posso ficar muito tempo sem a atividade que sinto uma grande falta”, afirma.