Biosfera Pilates

Extensão de Coluna. O segredo da Juventude

Danilo 1

Muitos alunos tem receio em fazer Extensão de Coluna na aula de Pilates. Depois de um tempo de insistência do professor, acabam fazendo o movimento mais natural e pedindo para o corpo essa tal “extensão”.

Entenda o porquê ela é tão importante, como deve ser executada, quais as indicações e quando deve ser evitada.

A maioria das nossas atividades do dia a dia como, comer, escovar os dentes, dirigir, escrever e usar computadores e tablets são com a coluna em flexão, ou seja o tronco está se curvando para a frente. Esse movimento gera um encurtamento da musculatura peitoral e abdominal, enfraquece a musculatura da coluna, aumenta a cifose torácica e a protusão da cabeça. A extensão da coluna é justamente o oposto desse movimento, trabalha a abertura de toda a cadeia anterior incluindo abdômen e peitoral e ainda fortalece toda a cadeia posterior (musculatura da coluna e pernas).

Existem vários exercícios de Pilates com extensão de coluna. Com certeza, alguns serão mais fáceis do que outros. É importante realizar os que seu corpo aceite melhor e os que mobilizem o segmento que sua coluna está precisando. A execução de uma extensão de coluna, deve ser harmônica, sendo importante as dicas verbais e táteis.

Independente de qual aparelho for usado, no caso do Pilates ou mesmo se for executada livremente em qualquer outra atividade, é importante o crescimento da coluna e ativação do abdômen (core) para iniciar o movimento, dessa forma a extensão será harmoniosa e não será feita uma hiperextensão da coluna, com sobrecarga das vértebras.

A extensão de coluna mantém a coluna saudável, traz movimento as vértebras, o que é essencial para nos movimentarmos no dia a dia. É o que nos traz uma “boa postura”, proporcionando um corpo mais jovem. É muito indicado para mulheres com osteopenia / osteoporose, hipercifose, hérnias discais (maioria dos casos), lombalgias e melhora da postura no geral.

Entretanto, nem todo movimento é indicado para todas as pessoas. Algumas patologias como espondilolisteses, estenoses do canal medular não são indicadas a extensão pois podem acentuar o escorregamento das vértebras ou aumentar o fechamento do canal medular, piorando assim o quadro da dor.

Danilo 1Karen

Por esses e outros motivos é importante a procura por um bom profissional para a prática de qualquer atividade física. Agora, se você estiver apto a fazer extensões, faça bem feito e faça sem medo. Aumentando a mobilidade da coluna e sua confiança, a extensão passa a ser a cada dia mais prazerosa e você verá os benefícios e as mudanças nitidamente em seu corpo.

Abra seu corpo para a vida, mantenha seu corpo jovem e saudável, sorria com o coração e com peito.

Faça extensões de coluna! Faça Pilates !

Por: Karen Dela Coleta