Biosfera Pilates

Corda Naval

No texto de hoje o assunto é um dos equipamentos mais desejados do treinamento funcional: a Corda Naval.

iStock_000049927168_Double

A corda naval é introduzida em algumas aulas do treino e o seu trabalho é fantástico.

O uso desse equipamento requer um trabalho do corpo inteiro, dependendo do movimento, pois para executá-lo você precisa estabilizar a coluna, pelves e abdômen, além da força dos braços e ombros. Há inúmeras variações e algumas são feitas com agachamento, recrutando musculatura de pernas e glúteos.

 

Além de tudo, a rapidez e o esforço para executar, acabam acelerando bem os batimentos cardíacos, fazendo ser um trabalho com alto gasto energético.

As cordas normalmente variam de 9 a 15 metros de comprimento e de 3 a 5 cm de espessura.  Quanto mais longa e mais espessa, mais força de explosão necessária, sendo maior o estímulo ao músculo.

As duas extremidades da corda são seguradas pelo aluno, enquanto um pilar ou suporte dão apoio para os movimentos.  Os movimentos são inúmeros, altos, baixos, horizontais, verticais, diagonais.

O uso do equipamento é também muito indicado para o treino de jogadores de tênis e lutadores de lutas marciais pois desenvolve grande força na pegada, além de trabalhar equilíbrio, melhorar a capacidade cardiovascular e resistência muscular.

Como todo exercício físico, requer cuidados para não lesar algum músculo ou articulação, portanto sempre a importância de um bom profissional para indicar ou não o uso do equipamento e ajudá-lo na execução do movimento correto.

Pratique com segurança!